Dicas Práticas
Educação

Autoconsciência: explore seus pontos positivos para vender

Imagem de destaque do post Autoconsciência: explore seus pontos positivos para vender

Você sabe o que é autoconsciência e qual é a sua importância para quem trabalha com vendas? Acredite: esse conhecimento pode transformar sua vida!

Será que existe uma relação entre autoconsciência e vendas?

Quem trabalha com vendas sabe que deve explorar os seus pontos fortes para vender mais. Mas você sabe, com clareza, quais são os pontos positivos da sua personalidade? Você conhece suas emoções e compreende como elas afetam o seu desempenho pessoal e profissional?

Conhecer a si mesmo vai muito além de saber que você é uma pessoa extrovertida, emotiva, conciliadora ou qualquer outra característica que possa definir você de alguma forma.

A autoconsciência tem muito a ver com conhecer seus sentimentos e emoções e como você reage a cada um deles. Autoconsciência é autoconhecimento, ou seja, conhecer a si mesmo profundamente. Quem se conhece sabe quais situações geram determinados comportamentos.

Quando você se conhece profundamente, sabe quais são seus pontos fortes e fracos. Assim, consegue minimizar os pontos fracos e aproveitar todo o potencial dos pontos fortes.

Ficou interessado? Continue a leitura, aprenda mais e explore seus pontos positivos para vender!

O que é autoconsciência?

Autoconsciência é o primeiro componente da inteligência emocional e significa estar consciente de si mesmo.

Ser autoconsciente tem a ver com uma profunda compreensão das próprias emoções, forças e fraquezas. Pessoas com autoconsciência bem desenvolvida costumam ser honestas consigo mesmas e com os outros.

É preciso olhar para si mesmo com isenção e honestidade para poder enxergar todos os defeitos e qualidades.

Mas o que tem a ver com inteligência emocional?

Quando adquirimos autoconsciência, compreendemos que a única pessoa responsável por nossas escolhas, sucessos e fracassos somos nós mesmos.

E é exatamente esse entendimento que nos leva à inteligência emocional. Com o conhecimento dos nossos sentimentos, aceitamos falhar mas, ao mesmo tempo, desejamos superar a nós mesmos. Inteligência emocional é a capacidade de lidar com as próprias emoções e as das outras pessoas.

A autoconsciência é a base da inteligência emocional. Afinal, como lidar com os sentimentos e emoções que desconhecemos?

O intelecto é fundamental, assim como as habilidades técnicas. Contudo, a inteligência emocional é, nos dias de hoje, uma das habilidades mais buscadas e valorizadas nos ambientes corporativos.

Por que é importante entender o significado de autoconsciência?

É muito importante entender o significado de autoconsciência para se tornar uma pessoa e um profissional melhor.

Se você tem conhecimento sobre seus pontos fortes e fracos, consegue administrar suas emoções e atitudes.

A autoconsciência é um conceito complexo e profundo. É muito comum que tenhamos uma visão distorcida de nós mesmos. Podemos achar que estamos tomando as atitudes mais assertivas, enquanto as pessoas ao nosso redor enxergam exatamente o contrário.

Muitos comportamentos que apresentamos são baseados na nossa criação e em crenças pessoais quase inconscientes.

Peça para algumas pessoas de seu convívio lhe descreverem com algumas características emocionais. Você irá se surpreender!

A autoconsciência funciona como uma crítica construtiva para nós mesmos. Quando nos observamos verdadeiramente, conseguimos perceber como e por que falhamos, quando fomos injustos, grosseiros e também os motivos e emoções que nos levam ao sucesso em nossas ações.

Quando descobrimos isso, podemos conduzir as nossas ações de maneira mais assertiva.

Qual é a relação da autoconsciência com as vendas?

Para o profissional de vendas, ser autoconsciente pode ser a diferença entre o sucesso ou o fracasso.

Mas qual é a relação da autoconsciência com as vendas?

Se você é um profissional autoconsciente, conseguirá, por exemplo, trabalhar com um cliente difícil sem tanto sofrimento. Você lidará com esse cliente sem que ele afete o seu estado de espírito.

Da mesma forma, poderá explorar os seus pontos fortes para vender. Você é persistente? Persuasivo? Eloquente? Perfeccionista? Amigável?

É importante salientar, no entanto, que, nesse caso, conhecimento é poder, mas precisa de ação. Ou seja, se você não conseguir transformar os seus pontos fracos, terá somente informações a respeito de si mesmo.

A autoconsciência também tem a ver com valores e metas. Uma pessoa autoconsciente tem muito claro os seus objetivos, para onde está indo e por quê. As decisões dessas pessoas costumam estar intimamente alinhadas com seus valores. E, por isso, elas estão sempre estimuladas por seus trabalhos e metas.

Somente quem conhece a si mesmo pode potencializar seus pontos fortes e mudar algumas formas de agir para obter melhores resultados.

Ao lidar com clientes, compreender as próprias emoções e as dos outros é importantíssimo. Se você sabe os impactos que alguns clientes podem causar nas suas emoções, pode controlar mais facilmente seus impulsos e conduzir o diálogo de maneira mais assertiva.

Muitas vezes, não identificamos porque não conseguimos atingir os resultados esperados. Fazemos o nosso melhor, mas não percebemos que estamos passando uma ideia completamente errada sobre nós mesmos.

Autoconsciência: melhore seus pontos fracos para vender mais

A primeira atitude a tomar é ser franco com você mesmo. Reconhecer pontos fracos e admitir fracassos não é motivo de vergonha. Todos nós temos!

Analise o seu comportamento profundamente. Observe como cada emoção afeta a sua vida pessoal e profissional. Reflita sobre as atitudes que você tomou e como elas influenciaram os resultados.

Além de desenvolver a autoconsciência, você precisa melhorar os seus pontos fracos. Identifique-os, compreenda o que o leva a agir de determinada maneira e trace uma estratégia para mudar.

Controle as emoções impulsivas, pois agir por impulso pode fazer com que você se arrependa depois. Dê-se um tempo para analisar cada situação e identificar o melhor caminho.

Por fim, pratique a empatia. Colocar-se no lugar do outro é compreender as emoções da outra pessoa. Estar atento aos sentimentos que movem as ações das outras pessoas ao nosso redor é autoconsciência emocional.

Obviamente, a autoconsciência não é uma habilidade que se adquire do dia para noite. Mas a boa notícia é que, com prática e persistência, você estará cada vez mais apto a reconhecer seus sentimentos e emoções.

Observe-se, analise, mude atitudes e perceba os resultados!

Mais de Dicas Práticas

Ver mais