Dicas Práticas

Como fazer bijuterias para vender? Veja o passo a passo

Imagem de destaque do post Como fazer bijuterias para vender? Veja o passo a passo

Como fazer bijuterias para vender e triplicar seus retornos financeiros no fim do mês? É mais fácil do que parece. Descubra as respostas aqui!

Afinal, como fazer bijuterias para vender e aumentar seus retornos financeiros no fim do mês?

Se você possui talentos manuais e está em busca de uma área para investir, uma boa pedida pode ser fazer bijuterias para vender.

Esse é um negócio que pode ser bastante rentável, já que os materiais utilizados são de baixo custo e o público que consome costuma ser bastante ativo e ávido por novidades.

Hoje em dia, utilizar uma joia de verdade é, até mesmo, perigoso. Claro, isso sem falar no custo. Por isso, as bijuterias vieram para democratizar a moda. Todos podem usar acessórios que combinam com o seu estilo.

Mas, exatamente por isso, você precisa estar sempre em sintonia com o seu público e com as tendências de moda. Observe, leia, informe-se! Assim como qualquer negócio, fazer bijuterias para vender exige conhecimento, prática e empenho.

Para fazer bijuterias e ter sucesso no seu negócio, invista na sua criatividade e também no seu gosto pessoal. Siga tendências, mas siga principalmente o seu feeling.

Ainda tem dúvidas se vale a pena investir nesse mercado? Saiba que a lucratividade do negócio de bijuterias pode chegar a 300%!

Quer aprender como fazer bijuterias para vender? Siga a leitura e veja o passo a passo!

Como fazer bijuterias para vender e ter uma renda extra?

Quando o assunto é conseguir um dinheiro extra no fim do mês, fazer bijuterias para vender pode ser uma excelente opção.

Dessa forma, você pode trabalhar nas suas horas vagas confeccionando as peças. Depois, é preciso ter disposição para vendê-las, claro.

A grande sacada de bijuterias confeccionadas manualmente é a sua exclusividade. Portanto, ao invés de fazer muitas peças iguais, aposte na personalização. Use a criatividade para criar peças únicas e originais.

Pense também em contar com um diferencial. O que você oferece que mais ninguém tem? Personalização? Materiais diferenciados? Pronta-entrega? É preciso ser diferente da concorrência para se destacar na multidão.

Há incontáveis estilos de bijuterias. Você deve ficar atento às tendências de moda e de mercado.

Atualmente, podemos citar três grandes nichos. Um deles, o de bijuterias mais clássicas e elegantes, feitas com pedras ou contas de pérolas. Há a tendência das maxi bijus, especialmente com pedrarias, com brincos e colares grandes e chamativos. E, por fim, há uma forte tendência em acessórios mais artesanais, feitos em tecidos, madeira ou couro.

Cada estilo e cada peça tem a sua própria maneira de fazer. Você pode se aperfeiçoar em algum deles ou apostar em mais de um nicho, diversificando a sua clientela.

Como fazer bijuterias: passo a passo

Confeccionar bijuterias pode parecer complicado se você não tem muita familiaridade com trabalhos manuais. Mas, na verdade, qualquer pessoa com disposição pode aprender.

Na própria internet há muitos tutoriais para você começar a se familiarizar com as técnicas. Também vale a pena investir em cursos, sejam presenciais ou online, para aprender como fazer bijuterias.

Em primeiro lugar, comece selecionando os materiais. Cada modelo exige tipos diferentes de peças. Porém, alguns itens são básicos e até coringas. São, por exemplo, correntes, elos, terminais (aqueles ganchinhos), miçangas, pedras variadas e fechos. São itens que você sempre precisará.

Como materiais básicos podemos citar contas de pérolas, pedrarias, strass, acrílico, tiras de couro e hastes, que são aplicados das mais diversas formas como enfeites.

Você precisará também de ferramentas, tais como alicates, para fechar, moldar e cortar as peças, anzóis de arame para fazer ganchos de brincos, fios de náilon, entre outros.

O passo a passo dependerá do tipo de bijuteria que você irá produzir. Por exemplo, para confeccionar colares ou correntes, que são um dos modelos mais fáceis de fazer, separe duas extensões de arame de aproximadamente 40 cm e com um alicate de pontas redondas vá moldando até criar um círculo aberto.

Então, pegue pedrarias com furo no meio e passe por uma extensão de arame, deixando uma sobra de 4 cm em cada lado. Dobre a área que sobrou, enrolando a ponta para o lado de dentro.

Pegue duas correntes finas de 8 cm e passe por dentro dos espaços criados, de modo que as duas pontas se encontrem. Em uma das pontas aplique um elo e na outra um terminal.

Para cada modelo que você confeccionar, há formas diferentes de fazer. Há, inclusive, uma forte tendência na mistura de materiais, como tecido com pedras, couro com pedras e muitas outras possibilidades.

Não tenha medo de errar, faça muitas peças para adquirir prática. No começo você pode ficar inseguro, mas logo irá tirar de letra!

Como fazer bijuterias finas e vender para clientes e amigas?

Um nicho muito interessante para se investir é o de bijuterias finas. Normalmente, esse tipo de peça utiliza materiais mais nobres, como metais, acrílico, pedras e vidro, por exemplo.

Mas não é o tipo de material que define a bijuteria fina, mas muito mais o estilo da peça e a dificuldade de confecção. Muitas vezes, esse tipo de bijuteria é feito por um designer.

As pedras são bastante utilizadas nesse tipo de bijuteria e estão em alta. Brincos, anéis, pulseiras e colares com pedrarias verdadeiras dão um charme todo especial ao look.

Algumas bijuterias finas imitam com perfeição joias preciosas. Para isso, a seleção dos materiais mais nobres é fundamental, pois garante, também, a maior durabilidade da peça.

E na hora de vender o produto, você tem dificuldades? As suas bijuterias podem ser vendidas para clientes e amigas. Defina o seu público e divulgue o seu trabalho.

Vender para amigas tem diversas vantagens, pois você conhece-as bem e, portanto, pode acertar em cheio nas peças. Além disso, há menos riscos de uma amiga dar o calote em você.

Portanto, fazer bijuterias para vender é um excelente negócio, tanto para garantir um renda extra, como fonte de renda principal. Aposte nelas!

Mais de Dicas Práticas

Ver mais