Dicas Práticas

Desenho organizacional: tipos, o que é e como aplicar

Imagem de destaque do post Desenho organizacional: tipos, o que é e como aplicar

Você sabe o que é um desenho organizacional e qual é o seu papel na estrutura de um negócio? Confira todas as respostas aqui!

Preparado para compreender o que é um desenho organizacional e qual é sua importância nas empresas?

Todo mundo sabe que trabalhar em uma empresa exigirá o cumprimento de regras, de normas e de critérios e que tudo isso foi produzido por colaboradores. No entanto, muitas vezes, para que essas regras e essas normas sejam seguidas de forma correta, é preciso apostar no desenho organizacional, pois por meio dele é que a empresa trilhar conforme o planejado.

O que é um desenho organizacional?

O desenho organizacional nada mais é do que um método que foi desenvolvida para que seja possível desenhar um mapa que indique quais são as estratégias, as regras e as normas que precisam ser seguidas.

Não entendeu ainda o que é um desenho organizacional? Vamos facilitar. Imagine da seguinte forma: um desenho organizacional nada mais é do que uma ferramenta que direciona sua empresa para fazer com que os processos rotineiros sejam executados de forma mais rápida.

Para apostar na confecção de um desenho organizacional faz-se necessário considerar as decisões que tem como base os elementos estruturais tendo como objetivo buscar uma definição de uma estratégia que seja adequada tanto para a comercialização quanto para o ambiente da organização.

Tipos de desenho organizacional

Os tipos mais comuns de desenho organizacional são: funcional, produto, geográfica, cliente, por processo, projeto e matricial.

No funcional, são agrupadas as funções que são comuns ou que desenvolvem atividades parecidas. Isso é feito com o objetivo de dar a organização unidade. No desenho organizacional sobre produto, a base se dá conforme as atividades que são próprias de cada produto ou serviço.

O desenho organizacional geográfico tem como foco a junção das atividades conforme os pontos onde as operações são realizadas. O desenho organizacional do cliente tem como foco a junção das atividades de maneira que elas tenham como alvo um produto ou serviço oferecido pela empresa. Costuma ser mais usado na união de atividades de serviços ou vendas.

O desenho organizacional que tem por base os processos nada mais é do que direcionar o alvo para produção ou para um equipamento. Normalmente, ele é mais usado na produção.

O desenho organizacional projeto tem como meta dar aos colaboradores atribuições que tem prazo de duração, tendo em vista que o projeto tem um começo e um fim. Quando o projeto se encerra, as pessoas que faziam parte desse desenho organizacional são encaminhadas para uma nova ação.  

No caso da matricial, o desenho organizacional não dá ao administrador do projeto a autoridade sobre os demais membros da equipe, diferentemente do projeto, onde o administrador tem sua autoridade sobreposta aos diferentes departamentos funcionais e isso traz uma impressão de matriz.

Além de definir quem são os responsáveis, dentro dos tipos de desenho organizacional faz-se necessário estabelecer os canais onde vão fluir a autoridade e a comunicação.

Como fazer um desenho estrutural das organizações?

O desenho estrutural das organizações consiste em decisões que afetam os elementos estruturais de uma empresa, mas que objetivam dar uma estrutura adequada tanto para a estratégia quanto para o ambiente.

As estruturas mais comuns nas organizações são: estrutura funcional, estrutura divisional e estrutura matricial.

O desenho estrutural que tem por base a funcionalidade, considera a semelhança das atividades, das habilidades, dos recursos e dos conhecimentos que são fundamentais a cada um no desenvolvimento de sua função.

O responsável pelo comando do todo é o administrador geral e cada área funcional é guiada por um integrante do primeiro escalão hierárquico. A coordenação das atividades se dá de forma verticalmente por meio de regras, planos e uma supervisão hierárquica.

O desenho estrutural que tem como base ser divisional une todas as tarefas de unidades que são semiautônomas tendo como foco os produtos, os mercados e os clientes, pois tudo é organização tendo como alvo os resultados obtidos.

Em cada uma das divisões estão os recursos imprescindíveis para a produção. Os responsáveis por administrar contam com um controle diferenciado sob o a sua batuta.

No desenho estrutural matricial, o modelo classificado como híbrido promove a conjugação das características de uma estrutura divisional e funcional. Ela costuma ser usada quando é preciso executar projetos ou negócios que precisam de equipes multidisciplinares e que tendem a estar envolvidas em outros projetos.

Importância do desenho organizacional

A aposta no desenho organizacional de uma empresa deve ser feita, pois por meio dela é possível colocar pessoas que tem maior treinamento e preparo para tomarem decisões que impactaram positivamente na empresa, pois essas pessoas contam com uma visão mais detalhista do todo e com isso, as chances de erro são reduzidas!

Além disso, o desenho organizacional propicia maior consistência nas decisões fazendo com que os objetivos da sua empresa estejam voltados para grandes empresas.

Ao usar o desenho organizacional, a primeira característica observada é a centralização, pois os esforços duplicados são eliminados, porque agora só uma pessoa tem o poder de decidir e isso faz com que os custos operacionais com tesouraria e compras também caiam.

Mecanismos integradores são fundamentais em empresas que contam com diferentes departamentos cheios de funcionários, pois só dessa maneira será possível ter a certeza de que nada está se perdendo e a empresa está com os processos todos em funcionamento e dentro dos prazos.

Um desenho organizacional que aposta na diferenciação visa dividir o trabalho por departamentos de forma horizontal. As hierarquias, no entanto, são criadas no sentido vertical dentro da empresa.

Já o desenho organizacional que opta pela formalização faz com que as regras e regulamentos da companhia sejam definidos e organizados a partir da distribuição dos fluxos de trabalho e cargos.

Na centralização, das autoridades são divididas e é indicado onde cada um vai ficar. Por fim, a integração tem como missão realizar o tratamento de meios que sirvam para coordenar o trabalho, as ordens e as regras da empresa. A integração evita que partes da empresa se dispersem pela ausência de um relacionamento.

Empresas que estão em busca de um desenho organizacional devem apostar nas quatro características acima citadas diferenciação, formalização, centralização e integração, pois elas farão com que a empresa tenha um desenho organizacional eficaz e coeso.

 

Mais de Dicas Práticas

Ver mais